Friday, March 07, 2008

Desidratei ainda agorinha


Tava companhando os mais previsíveis encontros e desencontros de Men in Trees. Sim, aquela série mulherzinha que virou meu manual de auto-ajuda. Litros via canais lacrimais.

São momentos assim, e a TPM, que parecem renovar meus votos com um tipo mais clássico e previsível de mulherice.

É que ontem, no bar, um gato que eu sonhei beijar a vida toda (hoje já com um pouco menos de cabelo e um pouco mais de pelo) e eu senti...PREGUIÇA. Juro. Beijar na boca já foi tão bom. Mas era no tempo em que eu acreditava.

A amiga que conversou comigo essa semana vai lembrar exatamente do que se trata assim que passar por aqui.

Pensar no caminho entre aquele beijo e a efetiva relação sexual de que tanto estou necessitada, e nas preliminares, e na eventual conchinha antes da retomada me convencem que, de algum jeito bem perverso, acabei assimilando um pouco o pragmatismo dos péssimos homens com quem eu tenho convivido.

E que eu talvez tenha curtido tanto aquele episódio especial de Men in Trees porque Jack e Marin, mesmo depois de meses separados, resolveram tudo ali na carroceria daquela picape charmosa.

Tá. Acho que ver essas cenas me deu ainda mais PRESSA.

13 comments:

Marion said...

Aiiiii, eu não poderia ter lido este post. Não agora. Eu ainda não vi o último episódio! Mas agora já sei que vou gostar.

E pare de ter preguiça, viu? Beijar é bom... e ainda mais quando temos a perspestiva do algo mais.

beijos

Andrea said...

É ótimo, Marion. Mas é bom guardar pra marido, namorado, nâo ficar gastando com esses manés. Melhor partir logo pro PU! ahahahah

Helen said...

Hum.
Mas isso da preguiça me parece (ajeito os óculos de analista) uma profunda desilusão para com o sexo oposto. E que, considerando a manezice dos guapos citados, é bem justificada.

Relaxa, com o Homem da Sua Vida vai ser completamente diferente. Vai querer beijar moooooooito e seeeempre. bjk!

Ice Ice Baby said...

gostaria de defender aqui duas opiniões minhas:

1-sou a favor de amor com sexo
2-sou a favor de sexo sem amor

e tenho dito!

uma coisa é uma coisa...outra coisa é outra coisa...ou como diria a fofa da minha avó: "Querida, não confunda cú com bunda!"

candura de vovó!


bjs chuchu

fabiana said...

No creo nessa preguiça. Comássim? Hahahaha

Quéroul said...

estoy carente e quero conchinha.

Renato said...

Eu também tenho preguiça. E nem tenho pressa.
Odeio a idéia de dormir de conchinha, falei!
Sou assexuado, rs...
Beijo!

Pedrita said...

tá muito calor!!! beijos, pedrita

Bluerose said...

Tô doidinha pra ver esse episódio, mas ainda não tive tempo...

Preguiça? Você tá com quantos anos mesmo, heim? rs :P

Marion said...

Déia, o reencontro deles foi emocionante. Bom quando os encontros tão esperados acontecem e os desejos podem ser saciados! Eu adoreiiiiiiiii!

E de novo: pára de preguiça e não desanime jamais!

Beijos

Gileade said...

Sei que o papo é outro, mas já que falaram de conchinha, tenho que admitir. É bom só pra iniciar a noite. Dois minutos depois minhas costas já estão doendo. Não durmo se sinto frio, não durmo se sinto calor, nem se tenho dor nas costas por causa da famosa conchinha. Dou beijinho, peço desculpas e vou pros braços de Morfeu!

Ice Ice Baby said...

menina, postei um treco lá no meu blog sobre stalker e só lembrava de vc!

hahaha

bjs chuchu

Fê Guimarães said...

Nem falo nada. Chorei vendo o David Archuletta cantando "Imagine" no American Idol... eu e a Paula Abdul.